Notícias sobre logística

Começa rodada de reuniões entre Governo e representantes sobre nova tabela de frete

O Ministério da Infraestrutura anunciou que haverá reuniões nos dias 30 e 31 de julho para tentar chegar a um acordo sobre a nova tabela de frete.

A expectativa é de um acordo assinado entre representantes do setor de logística e Governo até o fim de semana. Cerca de 30 representantes vão participar, incluindo transportadoras, indústrias e caminhoneiros autônomos.

Os representantes estão divididos em 11 grupos, conforme os 11 tipos de carga que foram estabelecidas para a nova tabela de frete pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP). A nova tabela de frete foi lançada no dia 18 de julho, mas no dia 22 de julho foi suspensa após ameaças de paralisação dos caminhoneiros.

O objetivo é manter a tabela de frete criada pela Esalq/USP como uma "referência de preços", segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Ele atesta também que deve ser incluída uma remuneração por parte dos transportadores.

“A base será a tabela da Esalq e em cima disso vamos pactuar com os setores a parcela de remuneração, que é extra custo”, disse o ministro.

Os 11 tipos de carga representados nas reuniões são:

  1. carga geral
  2. carga geral perigosa
  3. carga líquida a granel
  4. carga líquida perigosa a granel
  5. carga sólida a granel
  6. carga solida perigosa a granel
  7. carga frigorificada
  8. carga frigorificada perigosa
  9. carga neogranel
  10. carga conteinerizada
  11. carga conteinerizada perigosa

Fonte: Canal Rural

Saiba mais em Entenda tudo sobre a Tabela de Frete da ANTT (atualizado julho 2019)

ESCRITO POR