Notícias sobre logística

Crédito do BNDES para caminhoneiros está parado

O programa "BNDES Crédito Caminhoneiro" está parado segundo informações apuradas pela agência de notícias Reuters.

A linha de crédito foi lançada em abril para conceder empréstimos para caminhoneiros adquirirem peças e realizarem manutenções em seus veículos.

Com um orçamento de 500 milhões de reais, a apuração da Reuters mostrou que até o momento foi feita apenas um empréstimo de 20 mil reais pelo programa.

O BNDES informou que a linha de crédito está funcionando desde 27 de maio e vai operar até 26 de maio de 2020.

“O banco tem recebido informações dos clientes sobre a dificuldade de acesso à linha e, por essa razão, está em contato com os agentes financeiros para entender dificuldades e o que pode ser feito para atender melhor ao público final”, afirmou o BNDES em comunicado.

A única linha de crédito concedida pelo BNDES no âmbito do programa foi para a Agência de Fomento do Paraná, que tinha como objetivo o repasse dos recursos, segundo o banco.

O diretor da Associação Nacional de Transporte no Brasil (ANTB) aponta que o programa de empréstimos do BNDES não é acessível: “A economia está parada e só agora a safra de grãos começou a circular. Os caminhoneiros também estão muito endividados e têm que resolver isso. O programa do BNDES também é caro e os caminhoneiros que foram nos bancos ouviram que é mais barato contratar um crédito direto e particular. O limite de 30 mil reais por operação também é baixo porque só um pneu de um caminhão custa 2 mil reais e tem caminhão rodando com vários eixos”, atesta.

Fonte: Reuters

ESCRITO POR