Notícias sobre logística

Newsletter #26 Desoneração na folha, mdf-e, furtos e torre de controle

#26

Desoneração da folha traz fôlego para transportadoras de carga

A desoneração de impostos da folha de pagamento até dezembro de 2021 evitará demissões e poderá ajudar as transportadoras a saírem da mais fortes da crise

16 de novembro de 2020

No começo de novembro, o Senado derrubou o veto presidencial à prorrogação, até dezembro de 2021, da desoneração tributária da folha de pagamento de 17 setores da economia. Juntos, eles empregam mais de 6 milhões de pessoas. O transporte rodoviário de carga é um deles, sozinho gera 800 mil postos de trabalho, segundo a Associação Nacional do Transporte (NTC&Logística). E uma parte significativa dessas vagas é ocupada por motoristas de caminhão.

Na prática, a continuidade da desoneração significa que alguns tributos devidos pelos empregadores são retirados e isso diminui os custos mensais. Presidente da NTC&Logística, Francisco Pelucio diz que essa medida é importante para a manutenção dos empregos.

Na visão do Coordenador do Centro de Excelência em Logística e Supply Chain da FGV, Manoel Reis, “a desoneração não trará impactos para o transportador, mas ajudará com que a empresa tenha melhores condições de passar por essa fase de alta nos preços e falta de alguns insumos”.

Diretor da Anacirema Transportes, José Alberto Panzan diz que a prorrogação veio em uma boa hora, principalmente porque a empresa não conseguiu repassar o aumento dos custos para o frete. “Se a desoneração terminasse, teríamos acréscimo de 4,5% e ficaria difícil fazer novas contratações”, comenta. O executivo diz que a empresa deverá abrir pelo menos mais 20 vagas nos próximos meses. Entre elas novos postos de trabalho para motoristas de caminhão. A transportadora, que atua no transporte para a indústria alimentícia e automobilística, tem uma frota de 80 veículos próprios e 55 motoristas contratados.

Para o diretor Comercial do Grupo Scapini, Lucas Scapini esse fôlego irá garantir mais empregabilidade no setor. “Também aumentará a capacidade de investimento já que não temos mais que pagar esse imposto até o fim do próximo ano”, comenta.

A 3ª ED. DA LOGCONFERECE FOI UM SUCESSO!

Obrigado a todos que participaram desse evento 100% gratuito e online que é a LogConference.

Criada para profissionais que buscam atualização, inovação, reconhecimento em sua área e evolução em sua carreira, tivemos 10 palestras sensacionals na semana passada sobre a nova logística, inovação e profissionalização.

Se você perdeu, pode assistir a todos as palestras no nosso canal do Youtube!

Assista a todos os webinars aqui!

NOTÍCIAS DA SEMANA

MDF-e: Tudo sobre o manifesto eletrônico de documentos fiscais

Uma das principais mudanças nas regras para transportadoras de mercadorias foi o processo de digitalização dos documentos fiscais, levando à introdução do MDF-e.

Para a emissão do documento, foram adicionados novos campos, pensando em facilitar a geração do CIOT, Código Identificador de Operação de Transporte: a descrição do produto predominante; o tipo de carga e o CEP de carregamento e descarregamento.

Agora, no grupo “informações do município de descarregamento” do sistema emissor poderá conter até 10.000 ocorrências (informações). E, na parte geral do MDFe, deverá ser criado o grupo “produto predominante”, para que o emitente selecione o tipo de carga predominante. No Modal Rodoviário, também haverá alteração no grupo “informações do contratante” e no grupo “informações do pagamento do frete”

Campanha nacional alerta caminhoneiros sobre roubo de cargas

Neste final de semana, uma campanha nacional dos Serviço Social de Transportes (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem dos Transportes (Senat) alertou motoristas de transportes de cargas sobre os riscos de roubos nas rodovias brasileiras.

De acordo com a Sest e o Senat, dados da Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística mostram que o Brasil registrou mais de 18.300 roubos de cargas em rodovias, causando prejuízos de R$ 1,4 bilhão ao setor.

TORRE DE CONTROLE FRETEFY: 30% MENOS CUSTOS E 40% MENOS TRABALHO OPERACIONAL

Fazer o acompanhamento e o monitoramento de processos de transporte de carga é essencial para uma trajetória de sucesso e o uso da tecnologia é muito importante para alcançar bons resultados.

A torre de controle logístico é a ferramenta para fazer gestão global do seu negócio.

O Fretefy desenvolveu um sistema online simples e intuitivo para centralizar e controlar toda a sua operação em um só lugar.

Fale com nosso consultor e veja como ela pode agilizar os seus processos!

ESCRITO POR

Mariana Mitsui

Analista de comunicação voltada para redação e revisão, coordenação de assessoria de imprensa e formação de parcerias.