Saiba como alcançar o menor custo no transporte de cargas.

Clique Aqui
Notícias sobre logística

Newsletter #38 Inflação em commodities, nova pesagem e novo dt-e

#38

Matérias-primas no atacado têm maior alta em 12 meses desde 1995

Reflexo direto da escalada das cotações das matérias-primas no dia a dia é mais pressão de custos na indústria, que pode resultar em novos reajustes de preços ao consumidor

1º de março de 2021

Puxados pelo mercado internacional, os preços em reais das matérias-primas brutas, que incluem minério de ferro, cobre, soja, bovinos, entre outras importantes commodities, por exemplo, deram um galope em janeiro. Em 12 meses, registraram a maior alta da série iniciada em agosto de 1995. Entre fevereiro de 2020 e o mês passado, a cotação em reais dessas matérias-primas no atacado subiu 71,61%, segundo dados da FGV, apurados para o cálculo do Índice Geral de Preços -Disponibilidade Interna (IGP-DI).

Não é de hoje que a comida tem sido a vilã da inflação. Em 12 meses até janeiro, a alimentação no domicílio acumula alta de quase 20% no IPCA. Entre os alimentos que mais contribuíram para alta de preços da cesta básica do Procon estão aves e embutidos, como linguiça e presunto, cujos custos estão atrelados à alta dos grãos no mercado internacional.

Diante de tantas pressões, economistas já começam a revisar para cima as projeções de inflação para 2021. É muito provável que veremos as três grandes cadeias de commodities – agropecuárias, metálicas e petróleo – causarem pressão inflacionária ao longo do ano. A expectativa é de que a inflação ao consumidor fique em 3,8% em 2021 e para essas cadeias fique em 3,65%.

CHEGA DE PERDER TEMPO E DINHEIRO COM CONFERÊNCIA MANUAIS

Faça a conferência de todos os seus pagamentos de fretes em segundos e de forma sistematizada com o Software de Conciliação e Auditoria de Fretes do Fretefy.

A automação desse trabalho é a sua garantia de que o valor cobrado está de acordo com as tabelas negociadas e viagens realizadas. Sem retrabalho, sem erros de cobrança e sem prejuízos financeiros.

Sua auditoria de fretes em apenas dois cliques!

Quero saber mais sobre conciliação automática dos pagamentos de frete!

NOTÍCIAS DA SEMANA

Projeto de lei pede mudança no sistema de verificação de peso dos caminhões

O Projeto de Lei 562/2021, apresentado pelo Deputado Federal Santini (PTB-RS), altera o Código de Trânsito Brasileiro para que a pesagem de caminhões seja feita pelo Peso Bruto Total do veículo, e não mais por eixo.

As multas por excesso de peso continuam sendo de responsabilidade do embarcador da carga, quando foi carga única. em caso de carga de mais de um embarcador, a multa será de responsabilidade do transportador. Caso o peso declarado na nota fiscal, fatura ou manifesto seja maior que o PBT ou PBTC do veículo, a multa terá responsabilidade solidária para o transportador e para o embarcador.

De acordo com o deputado, muitas multas ocorrem após a carga se movimentar durante o trajeto, sem que haja intenção do motorista em sobrecarregar os eixos do veículo. Além disso, a imensa maioria de empresas, armazéns e propriedades rurais só têm balanças que possibilitam aferir os pesos totais dos veículos, e não os pesos por eixo.

 

Governo conversa com fintechs para montar pacote para caminhoneiro

O governo pretende colocar em funcionamento neste ano novas medidas em prática: o Documento de Transporte Eletrônico (DT-e), um instrumento que vai simplificar a documentação do frete, formalizar o trabalho dos autônomos, facilitar sua bancarização e permitir a criação de recebíveis de frete.

Estima-se que haja um custo em torno de R$ 40 bilhões em tempo perdido com burocracia e fiscalização. Nada menos que 41 documentos são exigidos para transportar uma carga, o que alimenta uma rede de agenciadores e despachantes. No fim das contas, 40% do valor do frete fica com intermediários, e apenas 13%, com os caminhoneiros.

A expectativa é que, com o DT-e (que reunirá toda a papelada em um registro digital único), a parcela do caminhoneiro suba para 39% e a dos intermediários recue para 20%.

No diálogo com bancos e fintechs para tentar oferecer o serviço ainda em 2021, o DT-e pode funcionar como comprovante de renda e facilitar a obtenção de empréstimos pelos caminhoneiros.

LOGCONFERENCE 4ª ED.: NOVA LOGÍSTICA ESPECIAL MULHERES

Vem aí, a 4ª Edição da LogConference, Especial Mulheres! A temática foi escolhida de propósito, pois a data de início do evento será junto à comemoração do Dia da Mulher.

O evento vai contar com 5 dias de palestras, de 8 a 12 de março, para você se manter atualizado, entregando valor para o mercado.

Inscreva-se para garantir o seu certificado e participe desse evento 100% online e 100% gratuito!

Quero me inscrever!

ESCRITO POR

Mariana Mitsui

Analista de comunicação voltada para redação e revisão, coordenação de assessoria de imprensa e formação de parcerias.