+1600 profissionais da logística usam o Fretefy.

Entenda aqui.
Notícias sobre logística

#News43 - Perda, alta e drones

#43

Falta de contêineres atrasa exportações de perecíveis no Ceará

Escassez de equipamentos faz com que o fluxo de despacho de cargas não dê conta da demanda de vazão de mercadoria, gerando fila de espera

05 de abril de 2021

No Ceará, bem como nos demais estados do Nordeste, a preocupação reside no tempo máximo de espera das cargas perecíveis de frutas, que não estão conseguindo ser exportadas na velocidade em que deveriam. Muitos produtores estão tentando armazenar suas cargas, mas se não conseguirem exportar, terão que dar vazão no mercado interno, desequilibrando a oferta e fazendo os preços dos produtos se tornarem instáveis.

O fluxo de exportação no Ceará e demais estados não foi interrompido, mas o cenário é "caótico". Se antes se exportavam 100 contêineres por semana, agora se dá vazão à média de 60.

Bloqueios dos portos associados aos picos da Covid-19 fez com que as empresas transportadoras reduzissem a frota. O bloqueio do Canal de Suez com o Evergreen também reduziu a disponibilidade de cargueiros. Outro motivo da baixa oferta por contêineres está associada a uma estratégia de mercado para elevação dos preços dos fretes. O aumento do tempo de higienização dos contêineres como medida de prevenção à Covid-19 atrasa ainda mais a liberação destes.

Frente à pressão de aumento da demanda, empresas do setor passaram a investir no reparo de contêineres que estavam fora de rota devido avarias, além da produção de novos contêineres.

LIVE NESTA QUINTA 08/04: O fim das divergências de Auditoria de Fretes

Nesta quinta, 8 de abril, às 09h, veja como reduzir seus custos e aumentar sua segurança com a conciliação de fretes digitalizada.

Achiles Rodrigues (BP Bunge Bioenergia de São Paulo) e Adriano Guardiano (Fretefy) falam sobre:

📊 A importância da auditoria de frete
💰 Redução de custos com contratação de transportadores
💻 Automação da conciliação de fretes
🔒 Segurança dos dados e fim dos fraudes

Clique para participar e seja notificado na hora do evento!

1.6 mil profissionais de logística substituíram suas planilhas manuais pela automatização do Fretefy

SAIBA COMO AQUI

NOTÍCIAS DA SEMANA

Pesquisa registra crescimento de 12,8% no faturamento da indústria de alimentos em 2020

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), em 2020 a indústria alimentícia brasileira alcançou um crescimento de 12,8% (R$ 789,2 bilhões em vendas para o mercado interno e exportações). O setor foi responsável por 10,5% do PIB nacional.

O aumento das vendas do varejo, cerca de 16,2% do total, impulsionou o crescimento. Entre as categorias que mais se destacaram, estão os açúcares (+58,6%), óleos vegetais (+21,2%), e carnes (+13%), em comparação a 2019. Bebidas e derivados do trigo apresentaram queda (-8,3% e -1,9%).

Pesquisa com 36 países mostra que 53,4% dos brasileiros já utilizaram a internet para comprar alimentos. 86% afirmam que continuarão comprando alimentos online após o fim das medidas de distanciamento social.

 

Uso de drones para aplicar agrotóxicos é aprovado em Marechal Rondon

O Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon aprovou na semana passada o projeto de lei 03/2021 de autoria do vereador Vanderlei Sauer, que autoriza o uso de drones para aplicar defensivos agrícolas na área rural de Marechal Cândido Rondon.

O uso de drones é permitido desde que o equipamento esteja registrado e homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Ministério da Agricultura. O operador também precisa ser certificado para aplicação de agroquímicos.

Entre as principais vantagens dessa tecnologia estão a redução do risco de contaminação; diminuição do volume de agroquímicos no meio ambiente; não amassamento da plantação e pode ser usado em casos de encharcamento; custo reduzido por ser um equipamento pequeno, operando dentro dos limites da propriedade e a uma altura máxima de 1 metro.

ARTIGO: Melhore seu nível de serviço logístico em 3 passos simples

Veja como você pode melhorar o nível de serviço logístico da sua empresa e alguns indicadores logísticos que mais afetam na rotina de quem trabalha na área.

Identifique quais as 3 possíveis causas para esse indicador logístico estar ruim e atue sobre elas.

Ler artigo completo!

Gostou do artigo? Me ajude a compartilhar:
ESCRITO POR

Autora: Mariana Mitsui

Analista de comunicação voltada para redação e revisão, coordenação de assessoria de imprensa e formação de parcerias.

Junte-se a 11 mil inscritos para receber conteúdos sobre logística

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Não enviaremos SPAM. Somente dicas de gestão, notícias e aprendizados