+1600 profissionais da logística usam o Fretefy.

Entenda aqui.
Gestão Logística

Qual o modelo de implantação que leva ao sucesso do 5S?

Desde 1995, quando criei a PDCA Consultoria em Qualidade, venho apoiando empresas da América Latina na implantação do 5S, trabalhando em todas as etapas de implantação e em todos os níveis de hierarquia (não tenho consultores associados). A maioria das empresas que me procura está implantando o 5S pela segunda ou terceira vez. Quando faço o diagnóstico do programa constato três problemas: (1) As pessoas não sabem o que é 5S; (2) As lideranças não conhecem a metodologia de implantação; (3) O programa 5S está focado apenas em auditorias. Este artigo apresenta, portanto, um modelo eficaz para formar a cultura do 5S na empresa.

O modelo de implantação do 5S que vou apresentar a você pode ser adotado por qualquer empresa. É importante lembrar que cada uma pode adaptá-la para atender às suas características, desde que não comprometa a “espinha dorsal” da metodologia, que é o Ciclo PDCA, criado por Edwards Deming.  

A figura 1 apresenta uma visão geral do Programa em suas diversas fases. Ela mostra que a decisão da implantação do 5S deveria nascer de uma estratégia da empresa, a partir de um ou mais problemas em seus indicadores de performance (problemas) e/ou a partir de uma busca de superação de resultados (melhorias). Quando o 5S fizer parte da rotina das áreas, devem ser verificados os seus efeitos nos indicadores do Gerenciamento Estratégico da empresa.

Figura 1 - Metodologia de Implantação do 5S de acordo com o Ciclo PDCA - Visão Geral

A figura 2 apresenta o detalhamento desde a decisão estratégica da empresa até o primeiro ciclo de implantação, que é a fase inicial do programa, onde as ações do 5S ainda dependem sobremaneira do Gestor do programa.

Figura 2 – Desdobramento entre o Gerenciamento Estratégico e a Implantação até o 1° Ciclo PDCA

O primeiro ciclo de implantação, ou a primeira rodada do PDCA, consiste em sensibilizar os Diretores e Gerentes da empresa para a condução do Programa até a Consolidação dos 3 primeiros “S”.  

A figura 3 apresenta o detalhamento desde a consolidação dos 3 primeiros “S” até a Certificação 5S.

Figura 3 – Desdobramento entre o 2° Ciclo de Implantação e o Gerenciamento do 5S pelos Líderes das Áreas

A figura 4 ilustra a metodologia sugerida, resultante de um conjunto de atividades: artigos, matérias e livros de diversos autores e de diversos países (Japão, Europa, Estados Unidos e América do Sul); experiências de diversas empresas localizadas em diversos países e regiões; experiências de vários consultores do tema e profissionais que coordenam o 5S nas respectivas empresas e, por fim, a experiência que eu acumulei com o 5S desde o início da década de 1990.

Figura 4 – Modelo de implantação do Programa 5S

A primeira atividade estratégica é a sensibilização da alta e da média gerência.

A segunda trata da estruturação do Comitê de Implantação

Depois são planejados e desenvolvidos os treinamentos de 5S para todos os níveis, com ênfase para os 3S.

A quarta atividade é quando ocorre o Lançamento do 5S nos locais de trabalho. Este evento é também conhecido como o Dia D, ou o Dia da Grande Limpeza.

1.6 mil profissionais de logística substituíram suas planilhas manuais pela automatização do Fretefy

SAIBA COMO AQUI

Entre o Dia D até a consolidação dos 3S, são realizadas as atividades de auditorias de 3S, estabelecimento de metas de cada área, desenvolvimento e execução dos planos de ação. Estas atividades formam um ciclo de melhorias contínuas, que denominamos PDCA.

Após a consolidação dos 3S, é feito o planejamento para a implementação dos dois últimos “S” nas áreas ou na empresa como um todo. Depois ocorre a implementação das atividades dos dois últimos “S” que foram planejadas. Aí são iniciadas as auditorias de todos os 5S, cumprindo o mesmo ciclo mostrado para a consolidação dos 3 primeiros “S”, porém mantendo o nível que já foi conquistado e fazendo as melhorias nos dois últimos.

E por último, a consolidação da implantação do 5S, oficializada por muitas empresas por meio de uma certificação interna ou externa de 5S, que pode ser para cada área ou para a empresa como um todo.

Gostou do artigo? Me ajude a compartilhar:
ESCRITO POR

Autor: Haroldo Ribeiro

Haroldo Ribeiro é consultor especializado no Japão, e autor de mais de 30 livros sobre 5S e TPM, desde 1994.

Junte-se a 11 mil inscritos para receber conteúdos sobre logística

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Não enviaremos SPAM. Somente dicas de gestão, notícias e aprendizados