+1600 profissionais da logística usam o Fretefy.

Entenda aqui.
Gestão de Frota

Caminhão graneleiro: tudo sobre este tipo de caminhão

O caminhão graneleiro é responsável pelo transporte de cargas secas a granel, como trigo e soja. Os veículos pesados são os mais utilizados para este tipo de produto, com destaque para o truck, carreta e bitrem. A carroceria deve ser aberta e, preferencialmente, alta para que o processo de entrega mantenha a integridade da carga e evite desperdícios.

 O que são cargas a granel?

 

A carga a granel não precisa ser embarcada em embalagens ou caixas. Todo o transporte é feito sem acondicionamento, marcas de identificação e contagem de unidades, ao contrário do que ocorre com produtos refrigerados ou equipamentos eletrônicos.

Existem duas categorias: sólida e líquida.

Carga a granel sólida: esta modalidade contempla os produtos que são sólidos e podem ser contados em grãos. O tamanho do item neste caso não importa. No Brasil, trigo, soja e milho são os alimentos que mais geram renda.

Carga a granel líquida: petróleo, óleo de soja e gasolina são alguns exemplos desta categoria.

Vale reforçar que a carga a granel nunca deve ser embalada. Uma garrafa de óleo de soja, por exemplo, deixa de ter essa característica no momento em que é engarrafa.

 

Transporte com caminhão graneleiro no Brasil

 

Quem é motorista de caminhão graneleiro possui sempre muito trabalho. Segundo informações do Mapa da Mina 2018, a previsão é de que a safra de soja deste ano atinja 118 milhões de toneladas, 4% a mais do que em 2017. Juntos, estes grãos representam um faturamento que pode chegar a R$ 129 bilhões.

O estado brasileiro que mais produz este tipo de carga é o Mato Grosso, reunindo 27% da produção nacional. Já a região que mais cresce é o Maranhão, com aumento de 19% em apenas um ano.

Outro alimento em destaque no Brasil é o milho, utilizado principalmente como matéria-prima da ração animal. Estima-se que o ano encerre com produção de 82 milhões de toneladas e lucro que ultrapassa R$ 45 bilhões. Em 2018, o Mato Grosso também se destacou na plantação de milho. Sua participação no mercado nacional passou de 26% para 29%.

 

Como buscar frete para caminhão graneleiro?

 

Em relação à soja, por exemplo, os estados mais produtores são: Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia e Minas Gerais. Juntos, em 2018, geraram mais de R$ 100 milhões em grãos.

Este dado mostra que estas são as regiões em que existe mais demanda de transporte a granel. Mas, como encontrar uma carga nestes e outros estados para o seu caminhão graneleiro? A resposta é simples: através do aplicativo gratuito Fretefy.

O Fretefy é uma solução completa para indústrias, transportadoras e caminhoneiros autônomos. As transportadoras utilizam a solução através de uma plataforma 100% online para contratar terceiros, organizar suas cargas e veículos e acompanhar em tempo real as entregas. Já o aplicativo para motoristas facilita o acesso a estas transportadoras e é totalmente gratuito.

O cadastro no Fretefy é bastante simples: baixe o aplicativo na Google Play Store, ou Apple Store insira seus dados profissionais e do seu caminhão graneleiro, informando, por exemplo, se ele possui rastreador. Quanto mais informações e fotos você disponibilizar, mais confiável o seu cadastro se torna e maiores as chances de você fechar um frete.

Mas, se você for indústria ou transportadora, conheça mais sobre nossas funcionalidades exclusivas para empresas aqui.

1.6 mil profissionais de logística substituíram suas planilhas manuais pela automatização do Fretefy

SAIBA COMO AQUI
Gostou do artigo? Me ajude a compartilhar:

Junte-se a 11 mil inscritos para receber conteúdos sobre logística

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Não enviaremos SPAM. Somente dicas de gestão, notícias e aprendizados