Whatsapp

 Solicite Demonstração

Por que contratar gerenciamento de risco para transportadoras?

O impacto do roubo de cargas na economia brasileira é imenso. Em 2017, a prática criminosa gerou prejuízo de R$ 1,5 bilhões, segundo dados da NTC&Logística. Porém, o número é ainda maior quando se adiciona no cálculo os 20% de veículos que não são recuperados, o que totaliza o prejuízo em R$ 2,5 bilhões. Este cenário nacional faz com que o gerenciamento de risco para transportadoras seja essencial para minimizar as perdas.

O que significa gerenciamento de risco?

Planejar, organizar, administrar e controlar recursos para que os riscos sejam menores são as principais tarefas deste tipo de gerenciamento. A prática é comum em organizações de diversos setores, desde alimentício até no transporte de cargas.

Entre os principais benefícios proporcionados pelo gerenciamento de risco, destacam-se a contratação de seguros e apólices adequados, preservação de vidas e bens materiais, aumento da produtividade, e diminuição dos prejuízos causados por possíveis falhas.

Gerenciamento de risco para transportadoras de cargas

A gestão de riscos é feita por empresas especializadas e permite preservar a segurança de cargas e veículos. Toda a cadeia logística é envolvida neste processo, deste a contratação de motoristas, passando pelo planejamento da rota e finalizando na forma como os produtos serão entregues.

Confira a seguir os principais fatores levados em consideração num processo de gerenciamento de riscos.

Contratação de motoristas

Selecionar motoristas qualificados é uma tarefa que exige bastante dedicação e tempo para aplicar testes e validar referências. Teste psicológico e prova prática são obrigatórios para identificar as habilidades dos candidatos no processo seletivo.

No momento da entrevista, busque entender qual o conhecimento do condutor em relação às leis de trânsito, direção defensiva e boas práticas ao volante. Essas habilidades são fundamentais para a produtividade e economia na sua empresa, afinal, a forma como os caminhoneiros conduzem sua frota impacta diretamente no consumo de combustível e conservação dos pneus.

Pesquisar referências profissionais é outra atividade obrigatória na contratação de um profissional. Entenda o que motivou a saída de outras empresas e converse com os empregadores antigos para conhecer mais profundamente o perfil do motorista.

Boas condições de trabalho

Como o processo de gerenciamento de risco planeja a longo prazo, o cuidado com os colaboradores também faz parte das estratégias. Treinar operadores e gestores, além de fornecer condições para descanso, carga horária adequada e veículos com manutenções em dia, deve fazer parte do dia a dia de uma transportadora.

Prevenção de roubos

Dispositivos, como rastreadores veiculares, são itens que fazem parte de um gerenciamento de riscos eficiente. Dependendo do produto transportado, a empresa de gestão indicará a necessidade de escolta e monitoramento via câmeras. Para isso, é feito um estudo completo das características da carga, valor e incidência de assaltos nos trajetos que serão percorridos.

Tecnologia de gestão

Investir em um software de gestão logística é outro passo importante para proteger sua frota e cargas. Os operadores devem saber rapidamente qual veículo será responsável por cada carga, qual o caminho percorrido pelas encomendas e se houve incidentes durante a viagem.

Atualmente, existe no mercado uma ferramenta inovadora que une estas e outras funcionalidades a fim de indicar o melhor motorista e veículo para sua carga, facilitando a gestão de riscos. Chamada de Fretefy, a solução 100% online permite fazer um controle completo das cargas, incluindo distribuição, cargas em trânsito e entrega. Além disso, propõe buscar caminhoneiros com melhor pontuação, avaliados pela qualidade, para suas cargas.

No vídeo abaixo, você confere mais detalhes.

Comments