2850 profissionais de logística usam o software de logística da Fretefy

Saiba mais

Fluxo logístico: o que é e quais etapas?

Blog

/
Fluxo logístico: o que é e quais etapas?
Fluxo logístico: o que é e quais etapas?

Você já ouviu falar em fluxo logístico? Ele se refere a todos os processos que ocorrem dentro de uma organização — origem do produto até a entrega ao cliente. Seu intuito é coordenar a movimentação de todas as operações empresariais.  

No mercado atual, sabemos que os consumidores estão cada vez mais exigentes, bem como próximos das empresas. 

Nesse sentido, é fundamental oferecer um bom atendimento e agilidade nos serviços prestados. Isso só é possível a partir de uma gestão de logística eficiente.

Para entender melhor a importância desse fluxo para os resultados do seu empreendimento, acompanhe o conteúdo que preparamos a seguir. 

O que é fluxo logístico?

Trata-se do conjunto de etapas que visa melhorar as operações empresariais. Uma forma de garantir uma boa experiência de compra para os clientes é gerindo as informações e mercadorias com agilidade. 

Em suma, o fluxo possibilita que os produtos e serviços de um negócio cheguem ao destinatário o mais rápido possível. Assim, são traçados com base na rota de entrega, meios de transporte e locais de armazenagem. 

Confira as melhores soluções em fluxo logístico na Fretefy!

O que é o fluxo de mercadorias?

O fluxo de mercadorias envolve toda movimentação de materiais que fazem parte da estratégia de logística da empresa. Como você viu logo acima, essa tática vai desde a compra de matéria-prima até a entrega do item finalizado. 

Quais os fluxos existentes na cadeia logística?

Todos os processos de um fluxo logístico auxiliam o negócio a conquistar seus objetivos, focados em garantir a máxima qualidade, enquanto otimizam espaço e tempo de produção. Consequentemente, diminuem os gastos e aumentam os lucros. Veja quais são eles:

  • fluxo de materiais: representa o transporte de insumos e produtos de forma organizada do armazenamento. Essencial para que a entrega ocorra dentro do prazo estabelecido;
  • fluxo de informações: gerencia todas as informações antes, durante e depois da aquisição dos materiais. Com isso, todos os dados sobre o pedido ficam disponíveis, facilitando o rastreamento, tanto pela empresa quanto pelo cliente;
  • fluxo financeiro: engloba todos os valores movimentados em uma organização — compras, vendas, etc. É crucial para a gestão financeira eficiente do negócio;
  • fluxo reverso: trata do reaproveitamento de resíduos e produtos na instituição. Serve para reciclar e consertar as mercadorias no pós-consumo, a fim de garantir o recebimento dos itens ou o envio de novos produtos.

Quais são as etapas do processo logístico?

Manter a pontualidade nas entregas e a qualidade nos serviços ofertados são pontos essenciais para os consumidores se manterem fiéis a determinada empresa. 

Dessa maneira, é ainda mais importante seguir as etapas do fluxo logístico. Confira quais são elas abaixo. 

Gestão de materiais e produção

Envolve o levantamento detalhado de todos os setores da empresa e o que cada uma precisa. São informações essenciais para organizar o abastecimento e distribuição de materiais, de forma que não faltem e nem sobrem produtos. 

Gestão de compras

Etapa indispensável para evitar o desabastecimento; algo que impacta diretamente no orçamento do negócio. 

No estágio de produção, a empresa necessita da matéria-prima para desenvolver os produtos. Nas vendas, o negócio depende o item finalizado para oferecer ao consumidor final.

Gestão da armazenagem e estocagem

Nesse estágio, toda a movimentação das mercadorias e materiais deve ser feita com o máximo de cuidado. Todos precisam utilizar os equipamentos adequados, para organizar os itens com segurança dentro do estoque. 

Além disso, também é essencial fazer o controle de estoque, a fim de evitar perdas e garantir o despacho de produtos conforme a demanda. 

Gestão de transportes

Cada produto deve estar pronto para deixar o estoque ou centro de distribuição, rumo ao destinatário. 

Esse processo consiste no transporte das mercadorias; uma atividade que sempre gera altos custos para qualquer organização. 

Portanto, a fim de evitar qualquer imprevisto — que pode causar ainda mais gastos — é imprescindível fazer uma boa gestão de transporte. 

A roteirização do trajeto, por exemplo, é uma forma de fazer com que as entregas aconteçam a um custo acessível e dentro do prazo. 

Processamentos de pedidos

Consiste em desenvolver um método para receber e processar o máximo de pedidos, no menor tempo possível, mas sem deixar informações cruciais escaparem.     Feito isso, é acionada a próxima etapa, que envolve a separação e envio dos itens ao cliente. 

Atendimento ao cliente

Finalizado todos os processos de produção, armazenagem, processamento de pedidos, separação e envio, chega o momento de fazer o atendimento ao cliente. 

Essa etapa envolve dar suporte ao consumidor, resolvendo seus problemas e, consequentemente, aumentando a satisfação do público. 

Como fazer um fluxo logístico?

Depois de entender como funciona um fluxo logístico, vamos te explicar o que fazer para melhorar esses processos em sua organização. Os passos essenciais para isso, são:

  • utilize a visão por níveis: para melhorar as entregas, é importante que a gestão acompanhe o desempenho de cada setor do negócio. Essa visão por níveis ajuda na otimização das tomadas de decisão, a tornando mais eficiente;
  • aposte em um sistema ERP: um sistema ERP pode ajudar bastante na otimização das etapas de logística. Assim, os gestores conseguem visualizar os processos como um todo, colhendo informações sobre o estoque, transporte, atendimento etc;
  • conte com um quadro de gestão: ótima ferramenta para monitorar todos os processos referentes à distribuição em tempo real. Essa funcionalidade de dashboard logístico, inclusive, faz parte e muitos sistemas ERP;
  • roteirize as cargas: as entregas precisam ser feitas dentro do prazo,d e forma que sejam satisfatórias. Para agilizá-las, é importante pré-definir as rotas por meio da roteirização;
  • aumente o controle de devolução: estabeleça políticas de evolução e trocar eficientes. Todos na empresa devem saber o que fazer, caso encontre avarias em mercadorias, bem como saber lidar com a devolução e evitar que isso se repita.

Saiba mais sobre os softwares de logística da Fretefy!

Conclusão

Um fluxo logístico não serve apenas para aprimorar o desempenho de um setor específico dentro da empresa. 

Quando aplicado de forma correta, pode gerar grandes lucros para o negócio como um todo. Então, analise tudo o que te mostramos até aqui e comece a implementar suas estratégias. 

Última atualização:

3

de

February

de

2022

Deixe seu comentário sobre esse artigo