2850 profissionais de logística usam o software de logística da Fretefy

Saiba mais

Processo logístico: o que é, como montar e quais vantagens?

Blog

/
Processo logístico: o que é, como montar e quais vantagens?
Processo logístico: o que é, como montar e quais vantagens?

Quando se fala em gerenciar processo logístico, muitas pessoas se sentem apreensivas. Isso porque, gerenciar esse processo requer coordenar uma equipe, manter a mercadoria organizada e garantir que ela esteja sempre pronta para o despacho.  

Trata-se de um cenário repleto de desafios — períodos de alta e baixa produtividade —, que exige a adoção de estratégias inteligentes. Além disso, inúmeros fatores podem influenciar as etapas desses processos. Gargalos logísticos também são uma consequência. 

Mas, afinal, como os processos logísticos podem influenciar tanto na gestão nas empresas? A seguir você poderá observar o quanto eles precisam ser alinhados e assertivos para determinar o caminho de uma excelente operação logística. Confira!

Entenda o que são processos logísticos

O mapeamento e análise do fluxo de operações logísticas que ocorrem dentro de uma empresa, desde o planejamento até a entrega final para o cliente é o que chamamos de processos logísticos. 

Todas as ações realizadas em conjunto que refletem no planejamento de transporte de determinado produto também são consideradas como processos logísticos, pois têm como objetivo garantir que o produto chegue em perfeito estado ou seja sem danos.

Os processos logísticos são extremamente importantes, mas algo essencial para o bom andamento dos processos logísticos é o tempo, realizar todos os processos no tempo ideal é o que todas as empresas buscam para obter o melhor nível de serviço possível. 

Os principais pilares que envolvem esses processos são: produtividade, tempo, custo e qualidade no serviço.  

Processos logísticos: exemplos

Contar com uma estratégia logística é a melhor forma de enfrentar os principais desafios do setor. No centro de distribuição, por exemplo, é fundamental estruturar as operações nos seguintes processos:

  • recebimento de mercadorias: usar um software para controlar a chegada de novas cargas, como a qualidade do material, organização de notas fiscais etc;
  • movimentação de cargas: utilizar equipamentos projetados para manusear as mercadorias com cuidado — empilhadeiras —, a fim de evitar a perda de materiais;
  • armazenagem dos produtos: separar e organizar a mercadoria por categorias ou ordem alfabética para localizá-las mais facilmente;
  • picking: estruturar o processo de separação e preparação dos pedidos para a entrega. Uma dica é adotar sistemas que agilizem a tarefa — comando por voz;
  • expedição: conferir os veículos responsáveis por enviar os produtos ao destinatário, validar os pedidos de expedição e outras tarefas que garantirão o envio do item ao cliente com segurança.

O que é um processo logístico?

Esse termo envolve todas as atividades executadas em uma organização, cujo objetivo é aplicar a melhor estratégia para enviar os produtos e serviços oferecidos, de acordo com as demandas do mercado. 

Nesse sentido, tarefas como as negociações com fornecedores, planejamento de produção, gestão de mercadorias,produção, armazenamento e transporte fazem parte desse processo.

Como funciona o processo de logística de uma empresa?

Dentro de um empreendimento, o processo logístico engloba o planejamento, a execução e o controle da movimentação dos produtos — dentro e fora da empresa. 

Esses cuidados garantem que a mercadoria chegue ao destinatário com segurança e dentro do prazo estipulado. Na prática, essa gestão inclui as seguintes etapas:

  • controle de estoque;
  • embalagem da mercadoria;
  • escolha da transportadora;
  • logística reversa.

As principais vantagens dos processos logísticos

Entre as inúmeras vantagens que os processos logísticos podem trazer, algumas são muito importantes para fazer um mapeamento e análise detalhada dos fluxos logísticos, vejamos alguns:

  • Maior controle de processos logísticos;
  • Ações rápidas;
  • Organização dos processos;
  • Identificação de gargalos;  
  • Rápida resolução de problemas;
  • Visão das oportunidades de crescimento;
  • Visão das oportunidades de melhorias e aprimoramentos;
  • Aumento da produtividade;
  • Comunicação entre as partes do processo;
  • Redução de custos logísticos e desperdícios.

Cada uma dessas vantagens impulsiona sua gestão e atinge um nível de satisfação bem elevado, o que é um diferencial competitivo bem atraente. 

É importante também entender cada etapa do processo e definir prioridades para serem alcançadas, falaremos mais sobre isso a seguir.

Como montar um processo logístico

O planejamento é a chave de qualquer processo logístico de uma empresa. Planejar cada etapa é um exercício muito valioso e deve ser levado em consideração na hora de organizar o fluxo logístico, independentemente do tamanho da empresa.

É claro que, vale lembrar que existem exceções, porém não é difícil adaptar seu planejamento de acordo com a sua demanda.

As metas são outro ponto que devemos lembrar, é aquela velha história “para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve”. 

Defina suas metas para saber exatamente onde quer chegar, assim você pode planejar os objetivos dos seus processos logísticos baseado nas suas metas pré-estabelecidas.  

Quais são as etapas do processo logístico?

Você já entendeu que a logística é responsável por garantir que o produto correto chegue até o cliente no prazo e local pré-estabelecido. 

Para evitar erros nesse processo, é fundamental otimizar as operações. Porém, como conseguir isso? Seguindo à risca as etapas do processo logístico:

  • gestão de transporte;
  • conferência de cargas;
  • controle de fretes;
  • análise de KPIs (indicadores de desempenho);
  • roteirização de entregas.

Fluxograma de processo logístico

Um fluxograma é uma ferramenta de programação de sistemas, aplicada na TI (Tecnologia da Informação) para indicar o modo lógico de realização de um processo específico. 

No caso da logística, ele funciona como um mapa de visualização de cada atividade dentro da cadeia de produção. 

Nele, estão contidas as coordenadas para seu desenvolvimento com simbologias, princípio, meio e fim para que as operações tenham um resultado satisfatório. 

Na prática, o fluxograma torna qualquer processo mais ágil e eficiente. Veja um modelo abaixo:

  • Lâmpada não funciona:
  • Estava plugada?
  • Não: plugar a lâmpada;
  • Sim: o bulbo queimou? 
  • Sim: trocar o bulbo;
  • Não: comprar uma lâmpada nova.

Como saber se seus processos logísticos estão funcionando corretamente?

Como citado anteriormente o mapeamento e análise de todos os processos é fundamental, porém o mais importante é entender como todo o seu processo logístico funciona ou como você gostaria que ele funcionasse. 

Se existe algum ponto com falhas, gastos desnecessários ou até mesmo perda de tempo, esses são os pontos que necessitam de melhorias.  

Então, primeiramente, identifique todos os pontos que precisam ser melhorados ou que não estão de acordo com o que você gostaria. 

Planeje como alterar o processo logístico a fim de solucionar esses pontos fracos e não esqueça que é necessário ter uma visão geral da complexidade do problema, para verificar se o mesmo não irá afetar todo o processo logístico.  

Também é importante verificar as outras etapas do processo que estão funcionando corretamente para identificar possíveis melhorias e aprimoramentos.

Use a tecnologia a seu favor nos processos de logística

A tecnologia existe para trazer mais agilidade ao nosso dia a dia e com os processos logísticos não é diferente. 

Para você que precisa aprimorar sua gestão logística com automatização, conheça indicadores de desempenho em tempo real, painéis Kanban personalizados que proporcionam uma gestão mais eficiente para sua logística.

Como implementar tecnologia nos processos logísticos?

Gerenciar o enorme volume de dados em uma cadeia logística não é fácil. Para otimizar essa atividade, a melhor solução é usufruir da tecnologia para automatizar etapas e otimizar processos. Veja como:

  • utilize sistemas integrados, que facilitem a comunicação em tempo real;
  • melhore o relacionamento com parceiros;
  • rastreie cargas em tempo real;
  • use soluções mobile;
  • faça a gestão de fretes;
  • monitore o trabalho das transportadoras;
  • diminua o tempo do ciclo perdido;
  • aplique um sistema de gestão de estoque;
  • aprimore o relacionamento com os clientes;
  • controle os processos.

Conclusão

Viu que um processo logístico bem estruturado faz toda a diferença no desenvolvimento do negócio? Com todas as dicas que te passamos por aqui, ficou mais fácil entender suas vantagens e como elaborar uma estratégia que atenda as demandas da sua organização.

Gostou deste artigo? Confira as soluções da Fretefy em indicadores logísticos para transportadoras e embarcadores!

Última atualização:

17

de

May

de

2022

Deixe seu comentário sobre esse artigo