2850 profissionais de logística usam o software de logística da Fretefy

Saiba mais

Gestão de frete: o que é e como fazer para melhorar a logística?

Blog

/
Gestão de frete: o que é e como fazer para melhorar a logística?
Gestão de frete: o que é e como fazer para melhorar a logística?

Fazer a gestão de frete é uma das principais dificuldades do setor de logística da indústria. Para isso, é importante considerar a complexidade da legislação, a documentação necessária para transportar mercadorias e outros aspectos.

Nesse sentido, é importante que os gestores fiquem atentos ao fluxo de mercadorias, que engloba não só a circulação da carga, mas as estratégias operacionais do negócio. Além disso, é preciso fechar parcerias e contratos com transportadoras de confiança.

Utilizar um sistema de gestão de fretes é a melhor saída para aprimorar a logística da organização. Trata-se de uma plataforma que ajuda no controle de todas as etapas da entrega de um produto ao consumidor. Entenda tudo sobre o assunto a seguir!

Por que pagamos frete?

No Brasil, cerca de 70% da carga é transportada nas rodovias nacionais. Esse serviço costuma ser realizado por trabalhadores autônomos e terceirizados, que, muitas vezes, precisam enfrentar estradas perigosas e com pouca infraestrutura.

Dessa forma, a legislação brasileira criou uma série de normas para proteger o transportador, que consiste da Lei do Pagamento de Fretes. 

Ela serve para regulamentar e formalizar o trabalho de transporte de carga, além de proporcionar mais desenvolvimento para o transporte rodoviário, que afeta a economia do país diretamente.

Saiba mais sobre os softwares de logística da Fretefy!

Qual o percentual de frete?

Antes de falarmos da administração de frete, vamos continuar explicando como funciona essa cobrança. Para entender qual o percentual de frete foi cobrado em cima da mercadoria, é necessário ter em mãos a nota de expedição.

Na aquisição de materiais de fornecedores, por exemplo, é possível encontrar na nota o valor total e o custo do frete. Para calcular o percentual, basta multiplicar o valor do frete por 100 e dividir o produto pelo total da nota.

Então, em uma nota com total de 450 e frete de 35, podemos chegar no percentual aproximado de 7,78%.

Quais são as etapas que podem ser automatizadas na gestão de frete?

Quem trabalha com transportes, sabe o quão complicada é fazer a gestão de fretes de e-commerce por conta própria. São inúmeras informações que precisam ser controladas, além de comunicação com os motoristas e a equipe de campo. 

Para facilitar esse processo, você pode investir em estratégias de automação. As principais tarefas que podem ser automatizadas na gestão de fretes, são:

  • cotações de frete;
  • cálculos de frete;
  • rateio dos valores;
  • faturamento;
  • emissão de CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico) e MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais).
  • gestão de despacho;
  • contrato de frete.

Gestão de frete: Quem define o valor do frete?

O valor do frete costuma ser cobrado assim que o serviço de transporte é efetuado, seja ele do ponto de venda até a casa do consumidor ou do ponto de coleta de produtos. Na prática, o preço final engloba aspectos como a coleta, transporte e entrega ao destinatário.

Todos esses fatores são respaldados pela tabela de frete; uma ferramenta que determina valores mínimos para os transportes feitos no Brasil, criada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

O cálculo do frete é guiado pela Resolução 5.820/2018, que aborda os custos considerados para a definição dos preços. Vale destacar que os custos mínimos envolvem alguns dados variáveis, como a distância percorrida e a quantidade de eixos do veículo.

Outras taxas, como o pedágio, não são incluídas no valor mínimo de frete. Isso abre espaço para que as empresas transportadoras possam determinar sua precificação e se manterem competitivas no mercado.

Como funciona o preço do frete?

Para implementar uma política de fretes, a organização se baseia nas operações realizadas dentro do negócio. Você já entendeu que fatores como, custo de envio de produtos estão atrelados a esse valor. Porém, existem outros critérios para determinar os preços:

  • valor de frete sob responsabilidade do cliente: nesse cenário, é o cliente quem arca com as despesas da entrega do produto até a sua casa;
  • valor de frete cobrado a partir do valor total da compra: em muitos casos, o custo do frete varia conforme o valor total da compra. Geralmente, funciona como um desconto progressivo — quanto maior for a compra, menor será o frete;
  • valor de frete sob responsabilidade da empresa: quando a empresa que oferece o serviço custeia todas as despesas com frete e entrega de produtos.

Quais são os fatores que influenciam no valor do frete?

Fazer o cálculo do frete envolve diversos aspectos. Para isso é crucial ter à disposição, uma tabela atualizada de fretes para uma gestão de frete eficiente, e a precificação equilibrada das mercadorias. 

Assim, o negócio se mantém dentro da margem de lucro e não onera o consumidor. Entretanto, as empresas de transporte utilizam diferentes critérios para calcular o frete cobrado. Os mais comuns são:

  • veículo utilizado para transportar a carga;
  • peso e dimensões da carga;
  • regiões atendidas (distância e acessibilidade);
  • prazos de entrega;
  • impostos e outras taxas a pagar;
  • possíveis riscos e valor do seguro;
  • valor do combustível;
  • tecnologia aplicada ao veículo.

Como reduzir o custo do frete?

Como dissemos inicialmente, grande parte do transporte de mercadorias no Brasil é realizado nas rodovias. Nesse sentido, o custo do combustível influencia diretamente no valor do frete.

Consequentemente, as despesas com frete se tornam um dos principais gastos que uma empresa de logística possui, a fim de manter suas operações. Contudo, existem meios para reduzir esse valor:

  • planeje as despesas empresariais com o valor do frete;
  • prefira transportadoras com preço acessível;
  • feche parcerias com organizações de confiança;
  • tente agendar as entregas para os clientes;
  • use um sistema de gestão de fretes para controlar os gastos;
  • monitore indicadores de desempenho (frete por região, rota, ciente, entregas etc.);
  • aposte no planejamento de rotas.

Como calcular valor de frete?

Para calcular o valor do frete corretamente, é necessário considerar os valores fixos da tabela de fretes, os custos diretos com a operação e as variantes de frota.

Transportadoras com caminhões, por exemplo, começam a definir esse valor a partir da cubagem do veículo. Nesse caso, 1 metro cúbico equivale a 300 kg. Esse critério é importante para a relação entre o peso da carga e o espaço ocupado no caminhão.

Em seguida, são levados em conta os gastos mensais e indiretos da empresa, com manutenção dos veículos, mão de obra e outros fatores que citamos nos tópicos anteriores.

Confira as melhores soluções em gestão logística!

Conclusão

Entendeu a importância de uma boa gestão de frete para seu negócio? Para obter êxito nessa atividade, é importante contar com um sistema de gestão para automatizar as operações que envolvem essa tarefa. Assim, é possível realizá-la de forma rápida e eficiente. 

Última atualização:

3

de

February

de

2022

Deixe seu comentário sobre esse artigo